Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

sábado, 12 de agosto de 2017

Florença

Ainda não digitalizei os meus desenhos de Chicago, mas como este blogue puxa por nós, aqui vão dois de Florença!

O que dizer da Duomo? Acho que comecei despreocupadamente numa ponta e não me apercebi do que ia acontecer na página. Demorou bastante mais do que queria e acabei exausto depois de passar por tanto pormenor e beleza estonteante que o exterior da Duomo de Firenze tem...


Uns dias depois, no domingo de Páscoa, entrámos.
Estava cheia, mas não à pinha. 
Sentámo-nos e comecei a desenhar.
A nudez do interior contrasta mesmo com a riqueza sumptuosa do exterior. 
Só o interior da famosa cúpula do Brunelleschi é decorada com frescos.
Entretanto começaram as celebrações pascais com tradição medieval, que metem fogo de artifício e tudo. Aí sim, foi um corrupio de gente.


A Ketta ficou aqui neste cantinho esquerdo da página.
Os outros são todos anónimos. Turistas, crentes, curiosos.

Florença tem qualquer coisa de especial que nos atrai, mas também esmaga. 
Queremos agarrar, mas escapa-nos.
Ficam as memórias. 
E como o desenho é útil para guardá-las.


Mais desenhos desta viagem a Florença aqui.

11 comentários:

Alexandra Baptista disse...

Muito bonito, mesmo a combinar com o lugar.

Rodrigo Briote disse...

Estes desenhos estão de tocar o sino ;)

nelson paciencia disse...

Faço uma vénia a este post...

Marcelo de Deus disse...

Bendita hora em que me juntei a este grupo.

João Catarino disse...

Sem duvida, desde estes desenhos que os sinos não param de tocar!

André Duarte Baptista disse...

magnífico. parabéns Mário

Ana Ramos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Bruno Vieira disse...

Pequenas maravilhas

Pedro Ribeiro disse...

Não imaginas o quanto gosto dos teus desenhos e como são fonte de inspiração para mim!!!
Escusado será dizer que são igualmente uma fonte de frustração... mas no bom sentido!
É muito bom ter-te como professor Mário!
Um grande abraço de parabéns!

José Louro disse...

Esmagador:)

Lurdes Morais disse...

Fabulosos!